Roteiros

/Roteiros
Roteiros 2018-07-05T17:14:50+00:00

O primeiro dia começa no trevo da Cascata (BR-392, km 87,6), onde se retira o Passaporte e Mapas de navegação no Restaurante Cascata Colonial. Lá é servido um café da manhã para ajustar os nutrientes do corpo antes de começar a aventura.
Depois de uma pedalada de 19 quilômetros e havendo passado pela natureza verde da estrada das Antas, a experiência e descanso será na propriedade Negrinho do Pastoreio, que estarão lhe esperando com a mesa posta de um delicioso café.

Produtores de ovos orgânicos e gestores de uma pequena produção agroecológica de frutas e doces, também oferecem trilha para caminhada e contemplação da paisagem.

Saindo da propriedade, você logo vai encarar o “repecho¹ do Aléquio”, onde deverá ter cuidado com as fortes descidas com e curvas fechadas que precisam ser feitas com cautela.

Passados mais 10 quilômetros é a vez de descansar à beira de um arroio maravilhoso no Sítio Amoreza. Lá será servido almoço vegetariano e você irá conhecer práticas de Permacultura e Bioconstrução.

O pôr do sol será na cidade de Morro Redondo, onde você terá a noite livre para caminhar pela avenida Jacarandá e conhecer a programação de uma cidade pequena e predominantemente rural, onde o turismo tem sido destaque com o roteiro Morro de Amores. A janta será no centro de Morro Redondo, onde existem bares, restaurantes, lancherias que você poderá escolher onde ir.

¹ Repecho se refere a terrenos inclinados em trilhas e estradas secundárias.

Distância total: 35,5 quilômetros
Altimetria acumulada: 900 metros

Por ser o trajeto mais longo, o segundo dia é também mais exigente em condicionamento físico. A aventura começa depois do café da manhã no hotel Fiss, e segue por um trecho de 17 quilômetros até o Café Paiol. Neste caminho a dica para descanso é conhecer a cachoeira do arroio Cadeia (Km 44,2 da carta de navegação).

Um delicioso Café Colonial lhe aguardará no Café Paiol, propriedade da família Schiler de agricultores ecológicos que também produzem doces e panificados na agroindústria. Depois de caminhar pelas trilhas da propriedade, a próxima etapa do pedal é encarar 20 quilômetros e entrar em Pelotas, até chegar na 1ª agrofloresta certificada do estado do Rio Grande do Sul, de propriedade da família Schiavon (Propriedade Agroflorestal Schiavon – PAS). No caminho você vai passar pela linda paisagem de cima da ponte da Colônia Maciel e poderá conhecer o túnel de pedra, no km 65,8 da carta de navegação.

Depois de visitar a agrofloresta da PAS é a hora de sentar à mesa e compartilhar uma verdadeira ceia agroecológica junto à família Schiavon, antes de encarar os últimos 8 quilômetros até a Casa Gruppelli onde haverá uma cabana à espera para o seu merecido descanso.

Distância total: 45,0 quilômetros
Altimetria acumulada: 1000 metros

Hoje é dia fazer uma imersão na paisagem entre as plantações de pêssego em estradas secundárias e repechos rurais, como a trilha do Quilombo, no Km 89,5 da carta de navegação.

Durante o mês de junho você verá o colorido especial da paisagem devido ao período de floração dos pessegueiros, um espetáculo à parte.

Depois da trilha e dos pessegueiros, você chegará na Vila Nova, onde poderá visitar o museu da colônia Francesa e comprar algo para beber/comer em um dos mercados que irá encontrar. Mas se preferir esperar mais um pouco para comer, você pode pedalar por mais 12,8 quilômetros e se esbaldar em uma mesa repleta de tudo que você possa imaginar dos melhores pratos da culinária colonial. Você estará na propriedade Recanto Colonial, da família Dittgen, que também são produtores convencionais de morango.

Agora você poderá dar uma boa descansada até se sentir melhor pra seguir em frente, para encarar os últimos 11,3km até o Marco Zero da Via Ecológica, no trevo de acesso à Cascata.

Distância total: 35,0 quilômetros
Altimetria acumulada: 900 metros

Saiba mais

Quer mergulhar de corpo e alma em meio a natureza?

Conheça nossos pacotes
Saiba mais