O Território

A Serra dos Tapes-RS é a região montanhosa da metade sul do RS situada ao sul do rio Camaquã. Corresponde à região fisionômica da Serra do Sudeste e caracteriza-se por sua grande diversidade ecológica, social e cultural.

Originalmente ocupada pelos índios Tapes, da família linguística Tupi Guarani, hoje congrega grupos sociais de origem alemã, italiana, francesa e pomerana, assim como comunidades tradicionais indígenas e quilombolas.

O clima e topografia serranos com ondulações até 430 metros de altitude, associados a uma natureza própria para a agricultura de abastecimento regional de alimentos, propiciam o cicloturismo de experiência agroecológica como meio de desenvolvimento socioeconômico associado à promoção das vocações naturais do território.

Uma importante vocação da Serra dos Tapes vem do fato da região reunir a maior concentração de pequenas propriedades de agricultura familiar da América Latina. A região da “antiga Pelotas” (que inclui, além de Pelotas, os municípios hoje emancipados de Arroio do Padre, Capão do Leão e Morro Redondo) é reconhecida nacionalmente como a “terra do doce” (doces finos, vinculados mais à cultura urbana; e Doces Coloniais, estes com raízes nas regiões rurais).